Palavras ditas (19) ou As auto-estradas e a atrofia do crescimento económico

I
"A partir de uma certa altura, [investir em auto-estradas] deixou de trazer qualquer benefício palpável. Terá algum benefício marginal para as pessoas que vivem na proximidade da auto-estrada, mas para a comunidade como um todo, o custo global que impõe sobre a economia não justifica o benefício marginal que vai trazer".

"Ao longo destes anos, todo o sistema de incentivos que as políticas públicas geraram foram para direcionar o investimento e os recursos produtivos para o sector não transacionável da economia (…). Deixou de ser atrativo investir em actividades que são aquelas que têm maior capacidade de aumentar a produtividade, de reduzir o défice externo e de aumentar o crescimento (…).

Por princípio, as pessoas reagem a incentivos. Se é mais rentável investir numa atividade que seja do setor não transacionável, eu enquanto investidor vou investir nessa atividade. [Imagine que tem] muito dinheiro para investir, e que tem duas alternativas: ou monta uma fábrica de calçado – e portanto faz os seus estudos, mas vai depender se a procura vai evoluir muito ou pouco, se os seus concorrentes vão ser muito agressivos (…) – ou então tem a possibilidade de construir uma auto-estrada, onde o Estado lhe garante a rentabilidade desse investimento, porque garante-lhe a procura ou garante-lhe a margem desse negócio. Onde é que vai investir?..."

Vítor Bento, economista e Conselheiro de Estado, 20 de Outubro de 2010

7 comentários:

Vitor Bento, Economista disse...

Isso é mentira!
Está tudo fora de contexto!
Eu nunca quis dizer nada disso!
BATUTEIROS!

Anónimo disse...

Ponto 1: sabes que fazeres-te passar por outra pessoa é crime, não sabes?

Ponto 2: sabes que ao fazer isso ao menos podias dar-te ao trabalho de não dares erros ortográficos? Sempre ficava menos ridículo e até poderia ter piada. Assim é só mesmo parvo.

Anónimo das 17:11 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo das 17:11 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo das 17:11 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo das 17:11 disse...

Anónimo das 17:11 disse...
Esta mensagem foi removida por um administrador do blogue.
21 de Outubro de 2010 19:51
Anónimo das 17:11 disse...
Esta mensagem foi removida por um administrador do blogue.
21 de Outubro de 2010 19:52

Anónimo disse...

Hoje à tarde na Sic notícias vi a repetição dessa entrevista a Vitor Bento. Aprendi bastante.

Hugo